Mitos e Verdades sobre intercâmbio - Yázigi Travel

Mitos e Verdades sobre intercâmbio

Mitos e Verdades sobre intercâmbio

Mitos e Verdades sobre intercâmbio

Fazer intercâmbio ainda não é uma realidade geral no Brasil, devido a muitas circunstâncias. Muitas pessoas até mesmo desconhecem o que é um intercâmbio. Além disso, ele ainda está somente no imaginário de muita gente. Mas o objetivo do Yázigi Travel é desmistificar alguns conceitos sobre fazer intercâmbio. É caro fazer intercâmbio? É preciso falar o idioma pra poder fazer? Acompanhe o “Mitos e Verdades sobre intercâmbio” que o Yázigi preparou pra você:

 

“Intercâmbio é só para ricos” – MITO

Cada curso, tipo de hospedagem e destino tem um custo diferente. E existem diversos tipos de intercâmbio. O ideal seria o aluno fornecer o orçamento que ele tem ou pode utilizar e o destino que ele gostaria de ir, que a agência vai pesquisar uma combinação desses fatores pra ele, tentando achar o melhor custo x benefício.

“Fechar com agência sai mais caro” – MITO

O papel da agência é orientar o aluno desde o início até o seu embarque. Além de auxiliá-lo durante e depois do intercâmbio com imprevistos que aconteçam. A agência também vai fazer todo o processo de matrícula na escola/universidade, reserva de hospedagem, entre outras burocracias.

“Planejar com antecedência é importante” – VERDADE

É essencial pesquisar sobre o destino escolhido, o tipo de gasto que o estudante pode ter, quanto tempo ele demoraria para juntar ou quitar o investimento, verificar que tipo de visto é necessário, entre outros fatores. Quanto antes for feito, melhor.

“Preciso falar bem o idioma pra poder fazer um intercâmbio” – MITO

A escola no exterior vai fazer um teste avaliando o nível do idioma e vai colocar o aluno em uma sala compatível com as suas habilidades. É bacana aprender frases e perguntas úteis pra sobreviver no dia a dia. Mas o objetivo do intercâmbio é aprender e praticar a língua.

“Posso trabalhar durante o intercâmbio” – VERDADE

Alguns países permitem que estudantes a partir de 18 anos trabalhem enquanto estudam de maneira remunerada. Assim, o intercambista pode conseguir um valor extra para manter seus gastos diários.

“Intercâmbio é a mesma coisa que viajar” – MITO

Embora o intercambista vá conhecer muitos lugares e vai poder passear, o objetivo principal de um intercâmbio é aprender ou praticar um idioma, podendo ser combinado junto com o aprendizado de uma profissão ou hobby.

“Tenho x anos, intercâmbio não serve pra mim” – MITO

Sabia que existem intercambistas de 60 anos ou mais? Não existe um limite de idade pra fazer um. Você pode ter 10, 30, 40, 50 anos, que a agência vai encontrar o tipo de intercâmbio pra você, com base no seu perfil. Por isso, não desanime!

“Intercâmbio é valorizado no mercado de trabalho” – VERDADE

Experimente dizer que já fez um intercâmbio durante uma entrevista. O entrevistador vai ter interesse em saber detalhes. A questão envolvida é a sua predisposição em morar em outro país por um período, e o que você aprendeu com isso.

“Você pode viajar durante o intercâmbio – VERDADE

Já pensou estar fazendo um intercâmbio na Irlanda e dar um “pulinho” na terra da rainha? Sim, é possível.

“Vou ter férias do trabalho/escola/universidade no x mês. Dá pra fazer um intercâmbio nesse tempo? – VERDADE

Aproveite as férias de julho do seu filho e vá com ele pra Malta fazer um intercâmbio em família. Ou aproveite as suas 2 semanas de férias do trabalho e estude em Nova York durante esse tempo!

 

Qual desses mitos você acreditava ser verdade? 

Quer descobrir qual intercâmbio se encaixa com seu perfil? Manda uma mensagem pra gente:

 





 

 

Texto por Flávia Soares

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color settings
Link color
Menu color
User color
Background pattern
Background image