Quem se lembra dos jogos da Copa do Mundo de 2010 percebeu como os sul-africanos são alegres, animados, amigáveis e o quanto gostam de música, dança e festa. Aos pouco vem se tornando um destino importante para quem deseja fazer intercâmbio na África do Sul, pois combina o aprendizado do idioma com uma viagem inesquecível.Por que fazer intercâmbio na África do Sul? 1. É um destino barato com excelente custo benefício, não só para o estudo, mas também para hospedagem, alimentação e transporte.2. É um destino que surpreende com incríveis atrações de aventura como trekking, montanhismo, surf, bungee jump e muitos outros.3. Clima agradável, a África do Sul é ensolarada na maior parte do ano, com temperaturas médias similares às do Brasil.4. Diversidade cultural e racial incomparáveis, você encontrará as mais recentes tendências de arte, além de uma vida noturna vibrante.5. Na África do Sul você certamente enriquecerá sua experiência de vida.6. Por ter um povo extremamente amável, na África do Sul o brasileiro se sente realmente em casa.7. Devido à exuberância da vida selvagem, fazer um safári fotográfico para conhecer os “Big Five” é uma experiência única que não pode faltar na programação da sua viagem.8. Brasileiros não necessitam de visto de entrada.Para você aproveitar essa rica cultura sul-africana e explorar o que há de melhor no país, saiba qual programa de intercâmbio se enquadra ao seu perfil e objetivos.De 13 a 17 anos Programa de Férias: nele, o estudante segue uma rotina de estudos pela manhã, atividades de lazer e culturais propostas pelo programa à tarde e tempo livre à noite. A viagem é organizada nos meses de janeiro/fevereiro ou julho/agosto, férias escolares no Brasil. O tipo de acomodação é em residência estudantil, compartilhando os quartos com alunos de outros países da mesma faixa etária e gênero.intercâmbio na áfrica do sulQuem participa deste programa tem a oportunidade de fazer amigos internacionais e desfrutar uma cidade incrível e perfeita para descobrir a fauna e a cultura única de Cape Town.A partir dos 16 anos Cursos de inglês geral: as aulas acontecem em escolas especializadas (conheça as escolas na África do Sul) no ensino do inglês para estrangeiros, sempre em um ambiente multicultural que funciona como ferramenta a mais para enriquecer o aprendizado. Os cursos mais tradicionais são os de quatro semanas, que têm uma carga horária entre 15 e 25 horas por semana, entre intensivos, semi-intensivos, particular ou em grupos, que vai do nível básico ao avançado de conhecimento. Em qualquer opção que você escolher, serão enfatizadas todas as áreas do aprendizado, da escrita à compreensão auditiva, sem deixar de lado a conversação posta em prática em situações reais do cotidiano.intercâmbio na áfrica do sulCurso de idiomas combinados: atividades que vão além da sala de aula reforçam o aprendizado neste tipo de programa, combinados com aulas de surf ou safári.Curso de idiomas preparatório para exames: é uma opção para quem busca uma forma de se destacar - um bom certificado é uma das exigências na hora de ingressar em uma faculdade no exterior, além de ser um diferencial para quem pretende investir em uma carreira global.Os exames de proficiência oferecidos são o Cambridge e IELTS.A partir dos 18 anos Teacher Training - CELTA: este curso projetado para formação de professores inclui novas técnicas de ensino de idioma, didáticas modernas e de fácil aprendizagem, além da troca de experiências com profissionais de outros países.Inglês para Negócios: para profissionais que desejam turbinar o currículo devem apostar neste curso com vocabulário específico. Nele, o ensino reforça termos relevantes, e aperfeiçoa as habilidades comunicativas relacionadas à sua área de interesse.intercâmbio na áfrica do sulVoluntariado: opção para conhecer outras culturas e se envolver a fundo no cotidiano dos sul-africanos. É possível ganhar experiência trabalhando em hospitais, com crianças, idosos, animais, além de ter contato com pessoas do mundo inteiro e praticar o idioma. Neste programa, o voluntário escolhe por apenas trabalhar ou unir estudo com o trabalho, sem remuneração.Visto e Documentação Brasileiros não necessitam de visto de entrada para permanência máxima de até 90 dias (turismo e/ou negócios), basta apenas apresentar o passaporte com validade mínima de 30 (trinta) dias após a data confirmada para o retorno ao Brasil. É exigido o Certificado Internacional da Vacina contra febre amarela, que deve ser tomada pelo menos 10 dias antes do embarque.Passagem aérea A South African Airways oferece voos entre o Brasil e a África do Sul, além da maior malha aérea do continente africano.E aí? Ficou convencido de que a África do Sul tem tudo o que você procura? Vem fazer intercâmbio na África do Sul com o Yázigi Travel.
Fotos: divulgação