Visto para Intercâmbio de Trabalho - Yázigi Travel

Visto para Intercâmbio de Trabalho

Visto para Intercâmbio de Trabalho

Visto para Intercâmbio de Trabalho

Para quem deseja trabalhar legalmente no exterior a boa notícia é que, sim, é possível, desde que o interessado opte por participar de um programa de intercâmbio de trabalho, que pode ou não ser combinado com estudos.

Essa possibilidade só vale para alguns países que permitem jovens a partir dos 18 anos e adultos receberem um visto de trabalho durante determinada duração. O visto nada mais é que uma autorização concedida ao estudante estrangeiro, permitindo-lhe entrar e prosseguir com os estudos e/ou trabalho no país o qual vai visitar.

Au Pair

Meninas e meninos de 18 a 26 anos vivem o dia a dia de uma família que mora nos Estados Unidos cuidando de crianças e recebem a partir de USD 195,75 por semana e contam com uma bolsa de estudos no valor de USD 500.

Entre outros requisitos de participação, (clique aqui e saiba mais) o visto para esse programa é o J-1. Ele é requerido para participar de um programa de intercâmbio cultural nos EUA por um período de tempo, o qual não permite imigração. Há um período máximo que se pode permanecer no país dependendo da categoria do visto J-1 e do programa que você está participando.

O Yázigi Travel junto à agência local designada como de apoio nos EUA irá fornecer todos os documentos necessários para dar entrada no visto e irá guiar você durante todo o processo.

Estudo e Trabalho

A Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Malta e Canadá são países que permitem estrangeiros exercerem atividades remuneradas enquanto estudam.

Veja algumas especificações para o visto em cada país:

Irlanda

O país é um dos mais conhecidos e procurados pelos brasileiros em busca de trabalho no exterior. Mas não é simplesmente chegar e procurar um trabalho, e pronto! Para ter o Stamp 2 você precisa estar matriculado e frequentar um curso de inglês de, no mínimo, 15 horas semanais a partir de 25 semanas em uma instituição de ensino aprovada pelo governo irlandês. Você poderá trabalhar até 20 horas semanais durante o período de aulas e em tempo integral (40 horas por semana) durante o período de férias: junho a setembro e de 15 de dezembro a 15 de Janeiro.

Ao chegar à Imigração na Irlanda, o oficial te dará um visto temporário de um mês para que você tenha tempo para providenciar os demais documentos necessários para efetivamente comprovar sua elegibilidade como estudante apto para trabalhar no país. Esses documentos incluem:

• Carta da escola, com curso de carga mínima semanal de 15h/aula por semana
• Ter seguro governamental ou médico privado de uma empresa estabelecida na Irlanda
• Comprovante de pagamento do curso
• 3.000 euros comprovados em extrato de uma conta em banco irlandês ou extrato de conta bancária da sua conta no Brasil, desde que este tenha menos de um mês de emissão.
• Comprovação de endereço
• passagem de volta
• passaporte válido para o período todo em que estiver na Irlanda

Visto-para-Intercâmbio-de-Trabalho

Austrália e Nova Zelândia

Esses dois países permitem a contratação de estudantes internacionais, entretanto, você deverá estar matriculado em curso de no mínimo 20 horas semanais com duração a partir de 14 semanas em uma escola reconhecida pelo governo.

O intercambista solicita o Visto de Estudante que será concedido com validade de acordo com a duração do curso, mais um mês de férias após a conclusão dos estudos. O visto de estudante já concede o direito de trabalhar (se for o seu interesse) que poderá ser de 20 horas semanais durante o período de aulas e até 40 horas/semana durante as férias do curso.

Os documentos necessários são:

• Passaporte válido
• Realizar o pagamento da taxa
• Apresentar exames médicos que mostrem que o aluno tem boas condições de saúde
• Comprovante de matrícula escolar
• Comprovação financeira de pelo menos NZD$1900,00 e AUD$1900,00 por mês de estudo
• Seguro

Canadá

Só permite o trabalho para intercambistas matriculados em curso profissionalizante com duração mínima de 26 semanas, sendo que o curso pode ser co-op ou não, ou em programa de graduação ou pós em universidades canadenses. O study permit, como é chamado o tipo de visto, concederá o direito a 20 horas de trabalho em qualquer área durante o curso, e 40 horas semanais durante as férias. Vale lembrar que os programas Co-Op têm o estágio (remunerado ou não) como parte obrigatória no currículo, onde já é considerado como trabalho.

Malta

Desde 2018, estudantes podem estudar e trabalhar em Malta. O objetivo dessa nova medida é atrair mais pessoas para fazer intercâmbio no país no meio do Mediterrâneo. No entanto, há regras bem distintas que devem ser seguidas.

O estudante deverá estar matriculado em um curso de idiomas de no mínimo de 20 horas por semana a partir de três meses, e poderá trabalhar a contar da 13ª semana, após o visto de extensão ter sido concedido. O aluno precisa primeiro encontrar um emprego e, em seguida, solicitar a licença de trabalho junto ao empregador que é emitida para a duração da validade do visto. Na licença, haverá a data de início e término do contrato de trabalho, o nome do funcionário, o status do trabalho e o nome do empregador. A licença só é válida para o trabalho e empresa para a qual foi emitida.

A jornada de trabalho é de no máximo 20 horas semanais.

E os documentos necessários para o visto de estudo e trabalho são:

• Passaporte válido;
• Formulário de solicitação de visto, preenchido em inglês;
• Pagamento da taxa de visto;
• Passagem aérea de retorno ao Brasil;
• Certificado de vacinação internacional contra a febre amarela;
• Comprovação financeira de €735,63 para cada mês de estudo;
• Comprovante de acomodação;
• Comprovação de pagamento da escola;
• Seguro médico de viagem;
• Carta de patrocínio, incluindo uma cópia do documento de identificação e detalhes de contato do patrocinador, se o aluno for patrocinado por um terceiro.

Trabalhar com um visto não condizente ao programa resulta em imigração ilegal, geralmente sujeito à deportação para o seu país de origem. Você com certeza não quer passar por esta situação, certo?

Então se tem vontade de estudar e trabalhar em algum desses países, vem falar com a gente!

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color settings
Link color
Menu color
User color
Background pattern
Background image