Viagens após a pandemia - Yázigi Travel

Viagens após a pandemia

Viagens após a pandemia

Viagens após a pandemia

Viagens após a pandemia

Será seguro fazer viagens após a pandemia? Será seguro fazer um intercâmbio nos próximos meses? Se você estava planejando fazer um intercâmbio ou com um intercâmbio já fechado, provavelmente, esteve pensando como a pandemia pode afetar seus planos. A OMS não tem controle ou previsão dos efeitos do coronavírus, visto que as medidas e controle estão sendo feitos por cada país. Mas, mais do que efeitos letais para a saúde, teremos que lidar com outros efeitos, como o desemprego, economia, entre outros.

Mas muitos setores da economia, por exemplo, já tiveram que se readaptar ou mudar estratégias para sobreviver, principalmente do turismo, que já teve perdas mundiais irreparáveis. A World Travel & Tourism Council, estima que se a situação não melhorar nos próximos meses, 75 milhões de pessoas na área do turismo estarão sem emprego. Mas com outros países tentando normalizar a situação e flexibilizando a entrada de estrangeiros, como serão as viagens após a pandemia? O que as companhias aéreas, por exemplo, estão fazendo para garantir a segurança dos viajantes?

 

 

Viagens durante a pandemia

Embora de maneira reduzida, as companhias nacionais e internacionais estão funcionando. E o Ministério da Saúde e a ANVISA divulgaram medidas protetivas a serem adotadas nos aeroportos nacionais e voos de companhias brasileiras. Veja algumas delas:

– Distância de 2 metros entre um passageiro e outro na fila do check-in. Assim como nas filas de alimentação no aeroporto.

– Ambientes do aeroporto deverão ser desinfetados constantemente.

– Ambientes do aeroporto deverão ter dispensadores de álcool.

– Os aeroportos deverão ter avisos sonoros e visuais com medidas de prevenção à COVID-19.

– Aeroportos deverão medir a temperatura dos transeuntes e passageiros. Alguns aeroportos brasileiros já instalaram câmeras de temperatura para auxiliá-los com isso.

– Distância de 1,5 metro entre os passageiros dentro do avião.

– Se algum passageiro apresentar sintomas da covid-19, os utensílios de cama  utilizados por passageiros até duas fileiras à frente e atrás devem ser enviados à higienização hospitalar. Além disso, devem isolar esse passageiro imediatamente, dentro das possibilidades.

 

 

 

foto: LATAM

 

O que algumas companhias já estão fazendo

– Uso de máscaras dentro do avião: O passageiro não poderá embarcar sem máscara e nem tirar durante o voo, apenas para comer. Com exceção de crianças de 0 a 2 anos ou com alguma especificação médica, que impede o uso.

– Se possível, o assento do meio será bloqueado para distanciar um passageiro do outro.

– As companhias estão alterando o sistema de ventilação dentro do avião.

– As companhias estão redobrando a limpeza nas cabines e toda a tripulação terá que usar máscaras.

– Medidas para diminuir o manuseio dos alimentos dos passageiros estão sendo implantadas.

– Haverá limite de interação entre membros da tripulação.

– As empresas estão distribuindo máscaras e luvas como parte do uniforme dos funcionários.

– Há uma rotina de higiene para desinfetar a aeronave após cada término de voo.

– Há dispensadores de álcool nas aeronaves

Essas medidas são algumas das maneiras para reduzir a disseminação do coronavírus entre as pessoas. Mas é possível que isso se torne uma regra daqui pra frente, visto que o vírus ainda levanta muitas dúvidas na comunidade científica e da saúde. Talvez, em um futuro muito próximo, tenhamos que aceitar e conviver com essas situações se quisermos nos proteger durante as viagens.

 

 

 

Fontes:

latam.com

wttc.org

uol.com.br

panrotas.com.br

unsplash.com

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color settings
Link color
Menu color
User color
Background pattern
Background image