Programas de trabalho no exterior: trabalhar aprendendo

Programas de trabalho no exterior: trabalhar aprendendo

Programas de trabalho no exterior: trabalhar aprendendo

Fechar as malas e encarar o desafio de trabalhar em outro país, algumas vezes desenvolvendo atividades mais “braçais”. Se a ideia parece maluca para muita gente, quem já participou de um desses programas só tem elogios. Além de ter a chance de aperfeiçoar o idioma lidando com o público em situações do dia a dia, nos programas de trabalho no exterior, o jovem tem a oportunidade de conhecer a cultura local, pessoas do mundo todo e possuir experiência profissional, valorizando o currículo.

Veja as opções de programas de trabalho no exterior legalizados aos jovens brasileiros:

Estudo e Trabalho

Um dos programas de trabalho no exterior mais procurados foi feito para que o participante estude o idioma e aprende em sala de aula e pratique na hora do trabalho, vivenciando situações reais do cotidiano, ainda com uma remuneração que pode ajudar a custear parte das despesas do intercâmbio em viagens de lazer. É uma completa imersão cultural do país. O programa permite que os estudantes de curso de idiomas, com duração a partir de 16 semanas e carga horária de 20 horas por semana possam trabalhar em seu período livre. Para trabalhar no Canadá, a regra muda um pouco. O aluno deve estar matriculado em um curso de ensino superior com duração mínima de 26 semanas.

A busca pelo emprego fica por conta do próprio estudante e as vagas são na área de serviços, como em pubs, lojas de conveniência, restaurantes, supermercados, etc.

Destinos: Austrália, Canadá, Irlanda e Nova Zelândia

Au Pair

au-pai
O au pair é um programa de intercâmbio no qual o estudante viaja para ficar na casa de uma família cuidando de uma ou mais crianças. Durante a sua estadia, desenvolve atividades remuneradas de assistência infantil. O programa tem duração de um ano, e os au pairs – de ambos os sexos que devem ter entre 18 e 26 anos – participam de atividades culturais e educacionais e assistam a cursos em instituições de ensino de sua cidade ou região. Antes ir para a cidade em que ficará hospedado, o aluno passa por um treinamento em Nova York. Durante o período em que ficar fora, o intercambista tem direito a férias remuneradas de duas semanas, uma bolsa de estudos e seguro saúde, além de um salário semanal.

Destino: Estados Unidos

Voluntariado

trabalho-voluntario
Há outras formas de ter uma experiência de trabalho fora do Brasil. Uma dessas é o programa de Trabalho Voluntário. Depois de duas semanas de curso, o estudante segue rumo ao seu trabalho que pode ser com instituições que cuidam de animais ou em alguma entidade de amparo às pessoas, em asilos e orfanatos. Normalmente em cidades da região de Cape Town, os trabalhos têm duração entre quatro e 12 semanas. Se não há remuneração, há um ganho pessoal muito grande – uma vez que terá de lidar com situações completamente diferentes da realidade em que vivem no Brasil.

Destino: África do Sul

Estágio no exterior enriquece o currículo

estagio-no-exterior
Os estágios não remunerados também atraem muitos jovens por ser uma oportunidade de desenvolver o idioma em um ambiente formal de trabalho. Muitas vezes, o estágio é na área de atuação do estudante – neste caso, o aluno precisa estar terminando o curso universitário ou ser recém-formado.

No programa oferecido pelo Yázigi Travel, o estágio tem duração de quatro a 24 semanas, em média, e é atrelado a um curso de idiomas, que não pode ser menor que o período do estágio. A seleção para as vagas disponíveis é feita já nos países e leva em consideração o nível do idioma do candidato.

Destinos: África do Sul, Argentina, Alemanha, Espanha, Estados Unidos, Chile e Costa Rica

Vantagens de participar de um programa de trabalho
No idioma como há trabalhos de vários tipos, há chance de o intercambista (quanto melhor o nível do idioma mais fácil) ficar com um trabalho de atendimento ao público, que vai ajuda-lo a ganhar fluência.

Profissionalmente uma experiência fora do país em um ambiente de trabalho, mesmo que não seja na sua área de atuação, sempre é um diferencial para o currículo.

Maturidade ao realizar atividades – muitas vezes até braçais -, o intercambista demonstra jogo de cintura e flexibilidade, o que o ajuda muito a crescer como pessoa.

Novas amizades nos programas de trabalho, é possível fazer amizades com pessoas do mundo todo.

Tem interesse em participar de algum destes programas de trabalho no exterior? Não perca mais tempo! Vem fazer um intercâmbio com o Yázigi Travel e enriqueça o seu perfil pessoal e profissional.

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color settings
Link color
Menu color
User color
Background pattern
Background image