O que os canadenses comem? - Yázigi Travel

O que os canadenses comem?

O que os canadenses comem?

O que os canadenses comem?

Fazer um intercâmbio requer muito mais do que aprender o idioma local, porque aprender um idioma envolve absorver também a cultura daquele país. Quando você absorve uma cultura, você entende muitas coisas subentendidas daquela língua, como por exemplo, uma expressão ou uma comida. Falando em comida, o que as pessoas de outros países comem? O que os americanos costumam comer? O que os canadenses comem, por exemplo, que faz parte da história do país?

Pegue o exemplo do nosso “escondidinho”. Embora tenha uma origem controversa, se popularizou no nordeste, com uma receita original de carne seca com mandioca (também conhecida com aipim ou macaxeira). Histórias dizem que a carne seca serviu de alimento para os portugueses durante a expedição ao Brasil, mas ela é um item que pode ter surgido há dez mil anos no Egito Antigo. E a mandioca, um alimento cultivado pelos indígenas antes mesmo da chegada dos portugueses. A palavra “escondidinho”, como a própria palavra diz, é a nossa adaptação para um prato onde o recheio está escondido. E utiliza o diminutivo da palavra, algo extremamente comum na nossa língua. Viu quantas associações podemos fazer com algo tão simples? O Yázigi Travel separou alguns pratos populares no Canadá para você se preparar para o seu intercâmbio e saber o que os canadenses comem.

 

O frito Poutine

O poutine (putine) é um dos pratos mais populares do Canadá e consiste, basicamente, de batatas fritas, queijo coalhado e molho de carne, que eles chamam de gravy (que vem da carne de boi). A origem do prato veio de um chefe, em Quebec, que acabou misturando as batatas fritas com queijo, aleatoriamente, por causa de um pedido de um cliente.  O prato tem várias versões e é vendido em todos os lugares, inclusive em restaurantes renomados.

 

 

O saboroso Sanduíche de Peameal Bacon

É um lanche que leva dentro o famoso bacon canadense, que geralmente é um bacon bem fino, passado na farinha de milho e com menos gordura do que o bacon como conhecemos. Essa pratica de passar a farinha de milho vem da época pós Segunda Guerra Mundial. A origem remete a Inglaterra, através de um comerciante chamado William Davies; e o nome peameal vem da forma de embalar a carne em ervilhas amarelas moídas, que depois se transformou em uma espécie de farinha. O produto é mais encontrado na região de Ontário.

 

 

O doce Beaver tail

Beaver tail é para os amantes de doces de plantão, porque ele é composto de uma massa frita, com bastante recheio no meio, que pode ser queijo, Nutella, amendoim, chocolate, entre outros. A palavra Beaver tail significa, literalmente, “rabo do castor”, e o prato leva esse nome porque o formato lembra essa parte do corpo do animal. Coincidentemente, o castor é um dos símbolos do Canadá, e é até mesmo impresso nas moedas de 5 cents. O criador, que é canadense, tem uma rede de restaurantes com o mesmo nome por todo o país, principalmente na região de Ottawa, além de ter unidades em diversos países.

 

A bem recheada Tourtiére

A Tourtiére, como o nome sugere, lembra uma torta, mas adaptando para o Brasil, é muito semelhante a um empadão. Mas com uma massa mais fina e uma camada bem grossa de recheio. É um prato tradicional da região de Quebec, e sua origem, remonta às comunidades franco-canadenses de algumas cidades dos EUA do século 19. O prato é muito popular entre os canadenses, principalmente na época do Natal.

 

 

O fácil de preparar, Nanaimo Bar

Nanaimo Bar é uma sobremesa no formato de quadrados composta de três camadas, uma com uma espécie de biscoito cracker doce ou waffer e chocolate; a segunda camada com um creme amanteigado grosso e baunilha; mas há versões com café, nozes, pasta de amendoim etc. E a terceira camada, feita com um ganache por cima. A história conta que a receita é original da cidade Nanaimo, nos anos 50.

 

A hora de comer é a melhor hora do dia e a comida une as pessoas. Pudemos descobrir muitas coisas sobre a cultura canadense só dando uma olhada no que os canadenses comem. E certamente, no seu futuro intercâmbio, você não pode deixar de experimentar esses pratos. Eles também fazem parte da sua experiência! Fale com um dos nossos consultores Yázigi Travel e planeje sua viagem.

 

Fonte: divulgação e unplash

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color settings
Link color
Menu color
User color
Background pattern
Background image